Abrolhos - a maior biodiversidade do Atlântico Sul - Webnáutico

Abrolhos - a maior biodiversidade do Atlântico Sul

arquipelago de abrolhos DESTAQUE

Um lugar paradisíaco, que nos presenteia com a companhia de animais selvagens e marinhos, e incontáveis belezas naturais, bem pertinho da gente, só pode ser um sonho, né?! Venham conhecer o inesquecível Arquipélago dos Abrolhos.

Mais um lugar do nordeste brasileiro que fez nossos olhos brilharem, o Arquipélago dos Abrolhos é um destino perfeito, principalmente para quem ainda não sabe onde passar as férias de verão.

04000140013134609464e49d2d2620af

Muito parecido com o Atol da Rocas, mas dessa vez habitável, a 80 km da Bahia, o Arquipélago é formado por 5 ilhas: Santa Bárbara, Sueste, Redonda, Siriba e Guarita, que formam o famoso Parque Nacional Marinho dos Abrolhos e recebe este nome, devido aos navegantes portugueses, que ali navegavam, no século XVI e diziam a frase: “Quando te aproximares de terra, abre os olhos”, pois os inúmeros corais que habitavam aquela região, dificultavam as navegações, causando inúmeros naufrágios e acidentes.

abrolhos bahia 15

O Arquipélago de Abrolhos também é conhecido por abrigar a maior biodiversidade marinha do Oceano Atlântico Sul, obtendo uma das maiores concentrações de peixes do mundo, nos quesitos variedades e também quantidade. Por lá, também pode-se enxergar submarinos e navios afundados. Além disso, as águas do mar são cristalinas e rasas, com gigantes recifes e corais. Lembrando também que o lugar é considerado um dos melhores lugares para praticar o mergulho, no mundo.

Arbolhos acervo 1

 

O que fazer no Arquipélago dos Abrolhos?

A única ilha que pode ser visitada por turistas, é a Siriba, onde é feita através de passeios de barcos apenas acompanhados por monitores do Instituto Chico Mendes, onde é permitido chegar bem perto das aves marinhas e corais exclusivos da região.

Atoba Mascarado Parque NacAbrolhos

A Ilha de Siriba possui 300 metros de comprimento e 100 metros de largura. Ao desembarcar, os visitantes seguem uma trilha de 1.600 metros que ficam envolta do lugar. Por lá, é apresentado toda fauna, flora e a geologia, além de ser oferecido piscinas naturais, com peixes, tartarugas, observação de baleias e aves marinhas, que tornam o lugar ainda mais único e interessante.

dsc 9849

Vale lembrar, que a trilha é percorrida apenas no contorno da ilha, o seu interior ainda é intocado, devido a preservação e pesquisas das espécies. Além disso, para visitar os 1.600 metros, tudo depende da maré, caso ela esteja alta, o trajeto não pode ser feito por completo, devido às ondas se quebram sobre as rochas, tornando o passeio arriscado.

Santa Barbara

 

Fonte: http://www.taporonde.com/